terça-feira, 24 de agosto de 2010

Olga Savary

Primeira mulher do país a publicar um livro de poesias eróticas, Olga Savary, 77 anos, pensa muito em sexo. Musa do poeta Drummond e de artistas como Siron Franco, ela é uma espécie de Mona Lisa de Copacabana. Atrás do sorriso enigmático, guarda retratos e poemas de admiradores famosos e histórias picantes, profundas e divertidas.

Lancei o Magma em 1982, mas os poemas já estavam na minha cabeça, fermentando, havia anos. Só concluí o livro quando fui passar um fim de semana com a Hilda [Hilst, escritora] na fazenda dela, em Campinas, e fiquei um mês. Eu gostava tanto da poesia dela que decidi organizar sua antologia. Mas Hilda não trabalhava aos domingos e, durante a semana, mergulhava na sua escrita. Então, eu, que me desespero se não escrever, me dediquei mais ao livro do que fazia em casa, com crianças e marido [Olga era casada com o cartunista Sérgio Jaguaribe, o Jaguar, pai de seus filhos, Flávia e Pedro]. Os poemas estavam todos no plano das ideias. Só faltava escrever. O caminho é esse: cabeça, braço, mão, caneta e papel. Jorge Amado também escrevia à mão. Hoje, todo mundo usa computador para tudo. Eu só digito quando as editoras exigem. (Olga, para a jornalista Marina Caruso).

@@@@@

Criação e Arte - Capas de Livros


Um comentário:

S. R. Tuppan disse...

Excelentes caricaturas!
Belas capas e breves notas esclarecedoras.
Acompmanho e aplaudo.
Parabéns!

S. R. Tuppan,
Poeta,
Coordenador Geral do Alt Fest ! Fliporto.
http://blogtuppan.blogspot.com
http://twitter.com/tuppan
http://twitter.com/AltFest

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...